Exposição Artes Decorativas

Foi esta tarde inaugurada a exposição de trabalhos da turma de Artes Decorativas da Unisseixal.
Contámos com a presença da Sra Reitora, Profª Mariana Mareco, do Sr. Vice-Reitor, Dr. Juiz Natalino Bolas, das professoras Amélia Costa e Fátima Moura Salvado, também membros da direção da nossa Universidade, das nossas alunas e de alguns amigos, que nos quiseram acompanhar, apoiar e felicitar, neste momento singular.

A professora Mariana Mareco, proferiu umas breves palavras de apreço e incentivo, pelo trabalho que temos desenvolvido, pela colaboração e partilha entre todas nós.
Teve lugar um momento de poesia "A Arte é a poesia das mãos" e um momento de fado, magistralmente cantado e interpretado pela nossa fadista "privativa",  Lina Almeida.
Foi uma cerimónia muito simples, mas muito bonita e com um enorme significado, para todas nós.
Por estes momentos, pelo nosso percurso conjunto, de vários anos, pela nossa amizade e cumplicidade e pela variedade e criatividade dos trabalhos executados pelas nossas alunas, é caso para dizer que:

ESTAMOS DE CORAÇÃO CHEIO!

Dizer OBRIGADO, é muito pouco.

Mas é a única palavra que me ocorre, para agradecer tudo o que a UNISSEIXAL, nos tem dado, muito superior ao que lhe temos dado a ela.

Bem hajam, amigos, alunas, colegas, UNISSEIXAL!

Professoras: Olímpia Campos e Maria Inácia Martins

Fotos - Luisa Bernardo

Poema - A Arte e as mãos

A Arte é a poesia das mãos

O artesanato é a poesia das mãos...

Revela a alma daquele que sente...

Expressa os seus anseios e virtudes...

Sendo o fruto do trabalho do homem, é sagrado.

Todo aquele que se põe a criar,

no fundo, mesmo que sem saber,

deseja matar a saudade do seu próprio Criador.

Existe no homem um gérmen divino...

Existe no divino a semelhança do homem...

Talvez a arte tenha o poder de unir as coisas...

Talvez seja um instrumento de paz entre as nações...

Talvez tenha o poder de fazer reviver

tudo aquilo de bom que havia em nós mesmos,

e que, sem perceber, deixamos adormecer...

A arte enternece a alma, alivia os pesos da vida...

                            As mãos, 

muito mais do que partes de um corpo, 

são, sem dúvida, os mais poderosos

instrumentos de cura que temos...

(Eloisa Rocia)

Artes Decorativas

Oficina de flores

Este ano letivo, as flores têm feito o encanto das nossas alunas.
A sua confecção, inicialmente prevista para o 1º período, continua a fazer as delícias e a preferência de muitas delas.
Antigamente, as nossas avós, aproveitavam as meias de seda, nas cores da época, e munidas de arame, linhas, papel frisado e dos indispensáveis alicates, faziam renascer essas mesmas meias, na forma de lindíssimas flores.
Enquanto hoje, temos à nossa disposição meias de todas as cores, elas tinham um trabalho acrescido, que ainda valorizava mais a peça: a pintura, nas mais diferentes e aliciantes cores.
Inspiradas nessas flores tradicionais, nasceu a nossa oficina de flores e o resultado está à vista, com esta pequena mostra do nosso jardim de afetos!
 
Olímpia Campos
Maria Inacia Martins

Oficina de flores

Reciclagem-Cartonagem e Découpage

O que serviu de base para este belo trabalho?
Quem olha não imagina o que seja…
Então tomem a atenção:
Quem pensa que os velhinhos discos de vinil já não servem para nada, está muito enganado.
Entre alicates, colas, arames, meias de seda, discos antigos, uma grande dose de paciência e amor pelo que se faz, se passou mais uma tarde de domingo e o resultado está à vista. Muito bonito.
A última aula, foi dedicada aos tecidos e aos note-book.
Só quem assistiu à transformação destes simples cadernos de capa negra e feia, acreditará que uns e outros, são as mesmas peças, mas com roupagens novas.
Esta técnica da cartonagem, tendo como base a reciclagem, (cadernos, tecidos, botões, e aquilo que a nossa imaginação inventar) fazem a delícia das nossas alunas e são ótimos para ter sempre à mão e presentear alguém especial e que aprecia os nossos trabalhos.
Estes porta-vasos, estavam tristes, duma única cor, marfim.
Arregaçámos as mangas, pegámos em guardanapos, galão decorativo, cola, tesoura, muito carinho e alguma criatividade e saíram assim.
Adorámos fazer esta transformação e ficámos felizes com o resultado.
Cada um com a sua beleza.

Aplicar as tecnologias

Na decoração destas caixas, aplicámos uma técnica centenária, hoje recuperada graças às novas tecnologias.
TRANSFERÊNCIA DE IMAGEM
Assim se chama esta técnica,  foi concebida e conseguida a partir de uma foto ou de uma imagem, das quais se fez uma fotocópia digitalizada, que depois de invertida e trabalhada com um reagente adequado, passa para a caixa.
A completar a decoração,  para além da pintura da peça base, usámos flocos coloridos, cartão decorativo e stencil.
Materiais:
Caixa em madeira
Tintas p/madeira
Fotocopia digitalizada de uma fotografia ou imagem
Transfer Print (Corfix)
Flocos decorativos
Stencil
Pincel p/ stencil
Cola
Letras em madeira
Lixa
Procedimentos:
Pintar a caixa, numa cor escolhida.
Pintar a tampa numa cor clara de preferência branca ou marfim e deixar secar bem.
Cortar ou rasgar a fotocópia do tamanho que se pretende.
Com um pincel macio passar todo o desenho, do lado da imagem com o Transfer Print.
Cobrir a tampa da caixa com o Transfer Print.
Imediatamente, inverter a fotocópia e colá-la na tampa, pressionando com os dedos ou com uma espátula. (Fazer aderir Transfer Print com Transfer Print)
Secar pelo menos 3 horas ou de um dia para o outro.
Em seguida, humedecer com água todo o papel branco que ficou virado para cima.
Molhar os dedos na água e pressionar em círculo, para tirar todo o papel.
Esta operação tem que ser feita por várias vezes, até todos os rolinhos de papel terem saído e ficar só a imagem.
Aqui é preciso pressionar com cuidado, para que apenas saia o papel e não a tinta.
Decorar o resto da caixa a gosto.
Em ambas utilizei flocos coloridos.
Na do Simão apliquei o stencil, na do Miguel, decorei com cartão colorido.
Finalizar com várias camadas de Verniz acrílico de preferência em spray.
Professora Inácia Martins

Exposição final do ano

Hoje, dia 4 de Junho de 2018, foi inaugurada a nossa Exposição da turma de Artes Decorativas.
Esta mostra colectiva é constituída pelos trabalhos das nossas alunas, elaborados ao longo do ano letivo e pretende mostrar as várias técnicas trabalhadas e aplicadas nos mais diversos objetos e materiais.
Destacamos, essencialmente, o incremento que damos à Reciclagem e a transformação de peças velhas, deterioradas, prontas a irem para o lixo, outras retiradas dele, em peças decorativas, únicas e que pouco ou nada têm a ver com a peça original.
A exposição foi inaugurada pela sr.a Vice-Reitora, professora Mariana Mareco que proferiu umas breves palavras de apoio, incentivo e agradecimento pelo nosso trabalho em prol do bem comum.
As professoras Amélia Costa e Fátima Salvado, membros da Direção, também nos honraram com a sua presença.
Para elas, o nosso obrigado, pelo vossa presença e apoio.
Seguidamente, foram lidos alguns poemas relacionados com a nossa atividade, e a Lina cantou para todos nós, na voz única e emotiva que já conhecemos, dois fados magistralmente interpretados – “Chuva” e “Menino de oiro”
Rematámos com um lanche partilhado e saboreámos as mais variadas iguarias, no meio de muita alegria e cumplicidade.
Agradecemos a todos, mesmo todos, que nos acompanharam em mais uma caminhada, a presença , o carinho, a compreensão, a amizade que sempre nos têm dedicado.
Foi bom, é muito bom colaborar com a UNISSEIXAL e receber dela, mais do que lhe damos.
É caso para dizer, que hoje, em termos coletivos, vivemos o nosso DIA MAIOR.

Maria Inácia Martins e Olímpia Campos


PAP Couro australiano

Passo a Passo:

Depois de, na superfície escolhida, ter sido aplicada uma camada de tinta base, dar duas de mãos do verniz craquelador base, intervalando a secagem.

Após a secagem, aplicar em todas as direcções, uma camada generosa de tinta craqueladora da cor escolhida.

Deixar secar ao natural.

Com um conta-gotas deitar nos cracos, umas gotas de hidrolaca, transparente e brilhante, para fazer volume.

Após uma secagem de cerca de 24h, deitar duas cores contrastantes de hidro-laca colorida e misturar com pincel sobre a superfície craquelada e avolumada.

Deixar secar e está pronto.

Nota: Apliquei tinta craqueladora marron e hidro vitral fummé e laranja.

Os cracos, ficam maiores ou menores, consoante a quantidade de tinta craqueladora aplicada.

Imagens retiradas da Internet

Pintura/estanho/tecido

Nesta aula, como habitualmente, alguns trabalhos foram finalizados.

Foi o caso da Lina, que terminou mais uma garrafa, desta vez, com aplicação de tecido, rematado com galões, em tecido e Eva.

A Alita, a nossa aluna mais recente terminou esta caixa, que pintou, aplicou estanho e rematou com pérolas.

Outra técnicas foram desenvolvidas e também a imaginação e a criatividade, deram lugar a trabalhos lindos, que brevemente serão terminados e apresentados.

Ideias para garrafas

As imagens que se seguem, são o resultado de uma breve pesquisa que fiz na Internet, visando algumas ideias, que poderão ajudar, nas nossas aulas, algumas alunas, que estão a reciclar e decorar garrafas de vidro.

São ideias simples, com materiais acessíveis, que normalmente existem em nossas casas, fáceis de pôr em prática e que dão uma nova vida a peças que estavam destinadas a ir para o contentor.

Mãos à obra…prometo ajudar.

Estanho e stencil

Aula de 17 – 01 – 2017

Foram estes os trabalhos iniciados, continuados ou finalizados na última aula:

A Adelaide mostra -nos o seu último trabalho, uma técnica mista onde aliou o estanho em relevo a uma base pintada com tinta de vitral.

A Guiomar finalizou esta caixa craquelada com tampa, onde aplicou a técnica do stencil.

Ficou muito bonita.

A Lina continua apostada em se especializar em garrafas.

As restantes imagens, apresentam-nos algumas situações, vividas no decorrer da aula.

1º dia de aulas-2017-2018

 Hoje, foi o 1º dia de aulas, a sério.
Não que o anterior fosse a brincar, mas foi dia de apresentação e conhecimento mútuo de professoras e alunas.
Algumas alunas, pegaram em trabalhos iniciados no ano letivo anterior e meteram mãos à obra.
Outras iniciaram novos projetos, que já tinham em mente.
E foi assim, em ótima companhia e com a alegria do reencontro, que iniciámos mais um ano letivo….
Bons propósitos e entusiasmo, não nos faltam.
Sejam todas bem-vindas, a esta turma de Artes Decorativas.